5 investimentos que rendem mais que a poupança

Embora seja a aplicação financeira mais famosa do Brasil, a poupança já não é mais tão vantajosa como foi na década de 90, quando rendia 14% ao ano. Conhecida como um investimento financeiro, isto é, uma forma de guardar dinheiro e deste obter rendimentos, hoje a poupança rende apenas 70% da taxa básica de juros da economia, a Selic, quando esta fica abaixo de 8,5% ao ano.
A taxa Selic foi fixada em 3% pelo Comitê de Política Monetária (Copom), neste mês de maio. Isso significa que a aplicação mantida na poupança nova (após maio de 2012) rende somente 2,1% ao ano, uma das rentabilidades mais baixas entre os investimentos de renda fixa. Se você tem dinheiro na poupança e deseja ter mais rentabilidade, com segurança, confira 5 investimentos mais vantajosos que a poupança:

1. CDB

O CDB – Certificado de Depósito Bancário – se revela uma ótima alternativa à poupança. Por sua simplicidade, este investimento é recomendado para iniciantes e para investidores experientes.
Um CDB de curto prazo, com liquidez diária, pode render cerca de 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário – títulos emitidos por bancos como forma de captação de recursos). Mas, conforme o prazo estabelecido para o investimento, o rendimento do CDB pode chegar a mais de 120% do CDI.
Todos os CDBs têm proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), até o limite de R$ 250 mil por CPF ou CNPJ. Se você deseja ter mais informações sobre o FGC, acesse: http://www.fgc.org.br.

2. Tesouro Direto

O Tesouro Direto é bastante semelhante ao CDB, no entanto, a diferença é que o emissor não é um banco, mas sim, o próprio Governo Federal. Por isso, esse é um investimento muito seguro, por contarem com a segurança do Tesouro Nacional.
O valor mínimo para investir no Tesouro Direto é mais baixo do que outros ativos de renda fixa, podendo-se iniciar os investimentos com R$30. O Tesouro Direto possui três frentes de investimento: 
Tesouro Selic (Investimento de curto prazo, rende a taxa Selic);
Tesouro IPCA (Investimento de médio e longo prazo, rende conforme a inflação + taxa);
Tesouro Prefixado (Investimento com uma taxa prefixada que não é alterada).

3. LCI

A Letra de Crédito Imobiliária (LCI) é uma forma de capitalizar o segmento imobiliário no Brasil com dinheiro de investidores. Além de contar com boa rentabilidade, em comparação com a poupança, essa modalidade tem dois atrativos: um deles é o incentivo do governo, que isenta a cobrança de Imposto de Renda no resgate, e o outro é a proteção do FGC. 

4.  LCA 

Enquanto a LCI é destinada ao segmento imobiliário, a LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio. Essa modalidade de investimento é responsável por captar recursos para o setor de agronegócio brasileiro.
A LCA, como a LCI, também é isenta de Imposto de Renda, como incentivo do governo a este tipo de investimento, e tem a garantia do Fundo Garantidor de Créditos até R$ 250 mil por CPF ou CNPJ. 

5. Debêntures

Semelhantemente ao Tesouro Direto e os CDBs, os debêntures também são títulos de dívida. Nesse caso, no entanto, os emissores são empresas de capital, aberto ou fechado, que precisam obter recursos para os seus projetos.
Há dois tipos de debêntures: a simples (ou não-conversível em ações) e a conversível em ações. Embora sejam investimentos mais complexos do que a poupança, o rendimento é muito superior e, assim como no Tesouro Direto, os juros podem ser prefixado, pós-fixado e híbridos. 
Vale destacar, por fim, que todos esses investimentos alternativos à poupança são muito simples de aderir. O Super Poup, CDB do Banco BMG, por exemplo, pode ser gerenciado e acompanhado facilmente pelo aplicativo meu_BMG. O Super Poup rende 104% da Selic e quanto mais tempo o recurso fica nele, maior será o retorno. Em dois anos, por exemplo, o investimento renderá 27% a mais do que a Selic. 
5 investimentos que rendem mais que a poupança 5 investimentos que rendem mais que a poupança

Notice: Undefined variable: mediaRating in /var/www/html/contaespecialista.com.br/app/views/blog-geral.php on line 261
estrelas - "5 investimentos que rendem mais que a poupança"