5 dicas para a negociação de dívidas

Muitos fatores desaguam na dificuldade financeira e no aumento da inadimplência no Brasil. Os imprevistos e a falta de planejamento orçamentário também favorecem o endividamento entre os brasileiros. Cerca de 40% da população adulta do país esteve com o CPF negativado em 2019, segundo relatório do Serasa Experian. Diante disso, como é possível colocar a vida financeira em ordem?
Negociar dívidas com dinheiro em mãos, torna o processo muito mais fácil. Por isso, um dos caminhos é fazer um empréstimo e quitar os débitos em atraso à vista. No entanto, alguns pontos precisam ser analisados, confira cinco dicas para a negociação de dívidas:
Entenda sua realidade financeira. Saber o valor exato do quanto deve é o primeiro passo para negociar as dívidas. Anote todas as pendências, nomes e números com os quais você precisa entrar em contato. Some todos os valores.  
Estabeleça um limite para pagamento. Com todos os valores em mãos e sua realidade financeira esclarecida fica mais simples estabelecer um limite para o valor do quanto pode pagar para negociar suas dívidas. Lembre-se de que, normalmente, empresas e pessoas desejam receber o que está pendente. Então, negociar será uma tarefa bem aceita. 
Defina uma estratégia de negociação da dívida. Com todas as informações em mãos, é hora de traçar uma estratégia de negociação. Questões como desconto em pagamentos à vista devem ser apresentadas com confiança. Negocie também envios de novos boletos com o valor corrigido e as datas para pagamento.
Faça a quitação das dívidas. Se o valor da dívida for reduzido para o pagamento à vista, é interessante quitá-la de uma vez. Para conseguir esse valor, há opções de empréstimo com taxas atrativas no mercado, como o consignado, por exemplo. No entanto, se não houver essa possibilidade, dilua os débitos em parcelas que caibam no seu bolso.
Fuja de novas pendências. Ter uma vida financeira equilibrada exige corte de excessos e novos hábitos como guardar um porcentagem para emergências, por exemplo. O que é possível cortar da sua atual rotina de gastos: assinaturas, gastos sem necessidade com cartão de crédito? Além disso, quais novos hábitos podem ser adquiridos: levar marmita, evitar compras por impulso, economizar na conta de luz? Com apenas pequenas mudanças é possível encontrar oportunidades de manter a vida financeira saudável e, ainda, se preparar para imprevistos.
5 dicas para a negociação de dívidas 5 dicas para a negociação de dívidas

Notice: Undefined variable: mediaRating in /var/www/html/contaespecialista.com.br/app/views/blog-geral.php on line 261
estrelas - "5 dicas para a negociação de dívidas"