Como se livrar dos juros rotativos do cartão de crédito?

O cartão de crédito é a forma de pagamento mais utilizada por 52 milhões de brasileiros, conforme levantamento realizado pelo SPC Brasil. Essa preferência de uso, no entanto, compromete a vida financeira de grande parte da população. Em 2018, por exemplo, a taxa de juros do rotativo chegou a 298,6% ao ano, abaixo somente dos juros do cheque especial.
Essa realidade que leva muitas pessoas às dívidas, foi revogada recentemente pelo Banco Central (BC), como uma forma de minimizar os danos. A nova regra foca, justamente, no juros rotativos.
O rotativo do cartão de crédito é uma cobrança ativada quando o consumidor paga um valor menor do que o integral da fatura do cartão. O objetivo da mudança é oferecer uma opção de juros menor para quem não conseguiu cobrir o gasto.
Com a intervenção do Banco Central, agora, quando o consumidor entra no rotativo, os juros só podem correr por até 30 dias. Após esse período, uma nova forma de pagamento da fatura é oferecida ao cliente, desta vez parcelada, e com taxas congeladas.

Como se livrar do rotativo?

Embora a forma mais simples de se livrar dos juros rotativos do cartão seja pagando o valor completo da fatura, o que fazer quando isso não é possível? Confira essas dicas: 
Saiba o valor da fatura. Calcular e saber, com exatidão, o valor da fatura do cartão deve ser o primeiro passo para tomar uma atitude em relação aos juros rotativos. Lembre-se de analisar o todo, seja pelo app do cartão/banco ou através do contato telefônico com a instituição, considerando também o total de compras a vencer nesse mesmo cartão. 
Busque a renegociação. Sabendo o valor total de dívida, é hora de buscar a renegociação com a instituição financeira. Seja por meio do parcelamento com juros fixos ou, se possível, do pagamento à vista da dívida, se houver condições especiais de desconto.
Faça um empréstimo para quitação. Se a opção de pagar à vista é atraente para quitar e se livrar de uma vez da dívida do cartão de crédito, fazer um empréstimo com taxas de juros menores, como o empréstimo consignado, por exemplo, é uma ótima saída. 
Reduza os gastos com cartão. Uma vez que essa dívida foi solucionada, paga à vista ou parcelada, é hora de reduzir os gastos com este cartão. Essa passo exige um esforço para equilibrar as contas e impedir que o cartão de crédito seja usado novamente sem critério. 
Evite pagar somente o mínimo. Enquanto a forma de evitar cair no rotativo, é pagando o total do cartão, a maneira mais fácil de voltar a essa cobrança é pagando somente o mínimo da fatura. Por isso, controlando os gastos, fuja do pagamento mínimo.
Reduza o limite do cartão. Por fim, uma medida que pode ser muito útil na organização das finanças e na diminuição de problemas com cartão de crédito é solicitar a redução do limite de crédito no cartão impedindo, assim, gastos maiores e contração de novas dívidas. 
Como se livrar dos juros rotativos do cartão de crédito? Como se livrar dos juros rotativos do cartão de crédito?

Notice: Undefined variable: mediaRating in /var/www/html/contaespecialista.com.br/app/views/blog-geral.php on line 265
estrelas - "Como se livrar dos juros rotativos do cartão de crédito?"